Bem-vindo à loja do Sr. Jacinto!

Sílvia_jácome_banner
Sílvia_jácome_banner
Sílvia_jácome_banner
Sílvia_jácome_banner
previous arrow
next arrow
Shadow

Sílvia Jácome

Estudou Design e Tecnologias para a Cerâmica na Escola Superior de Arte e Design, nas Caldas da Rainha. “Foi a minha paixão pela cerâmica que me levou a tirar este curso. Enquanto estudava apaixonei-me por este material, porque vem da terra e por isso é fácil estabelecermos com ele uma ligação forte. Bastam as nossas mãos. Anos mais tarde, depois de ter trabalhado em duas empresas como designer cerâmico, Sílvia foi para Tomar, onde trabalhou algum tempo em design gráfico. No entanto a vontade de fazer peças diferentes, que expressassem a sua voz, fez com que Sílvia acabasse por criar o seu próprio projecto na cerâmica. Ao longo do seu percurso profissional frequentou vários cursos e formações, entre os quais se salientam: Curso de Cerâmica para Designers em 1997 e 1998, Joalharia Cerâmica em 2011 e 2012, Técnicas de Produção Cerâmica e Pequenas Séries e Projectos para Cerâmica, ambos em 2014. Frequentou todos estes cursos no Cencal nas Caldas da Rainha. “Criar para mim é uma necessidade. Quando crio sinto que faço alguma coisa valer a pena”.

Peças utilitárias, decorativas e joalharias em porcelana. Cada peça tem a sua própria identidade. De cariz minimalista, onde a natureza está quase sempre presente, por vezes também figuram motivos geométricos.

Porquê a escolha da Porcelana?

Desde que começou a estudar cerâmica, a porcelana sempre foi a pasta que lhe suscitou mais curiosidade. Talvez por ser a pasta mais difícil de trabalhar ou pelo seu aspecto tão branco que lhe faz lembrar o puro. Sempre ficou lá no fundo das minhas experimentações, pelo medo, pela não disponibilidade (já que é das pastas mais caras), mas sabia que um dia tinha de experimentar. Esta experimentação, deveu-se a um desafio de uma amiga e desde aí, nunca mais parou. “O desafio é diário e sinto que ainda tenho tanto para aprender, mas estou aqui, pronta para isso. Apresento as minhas peças nesta pasta, que todos os dias me faz feliz!”.